Pratinho de Couratos

A espantosa vida quotidiana no Portugal moderno!

domingo, agosto 03, 2008

Boletim Económico de Verão do Banco de Portugal

Mais uma estação, ideal para renovar as fotos no hi5, aporta no calendário. Época de praia, mar, sol, rebolar na areia para fazer de croquete. Enviar, aos amigos, MMS de boazudas, escassas de roupa, espojadas nas esplanadas. E, no afortunado país das formigas trabalhadeiras, vacances para recordar. Prevê-se um “Verão Azul”, o melhor Verão das nossas vidas. No país do fácil crédito vão todos de férias, ninguém fica dentro de portas, a fumar “Cigarette In Your Bed”.

[[[dos My Bloody Valentine. A Humanidade devotou muito, e ajuizado, esforço na preparação da época balnear. Por exemplo, transformaram Benidorm, uma enseada composta de areia, calhaus, arbustos, prejudiciais para o ozono, o azoto, o árgon e outros gases atmosféricos, num local “amigo do ambiente”, povoado de seres que separam o lixo, conduzem carros com zero emissões de CO2, poupam água e electricidade, e não urinam resíduos de álcool nos canteiros de flores.

Ir a banhos foi a grande conquista da Sociedade Industrial, que criou o conceito de tempos livres, primeiro, para os donos das fábricas, depois, com as lutas dos sindicatos, para os trabalhadores. Pegar uma praia converteu-se num folguedo popular. Local de festas de arromba. Philip Glass por lá deitou Einstein. Tom e Jerry não lhe resistiram o apelo. O pato Donald, banhista extraordinário, pedagogo da ideologia da Liberdade U.S. of A., na América Latina, até esteve na praia das praias – Copacabana]]].

Em Maio, José Sócrates anunciava ser dever do Governo “cerrar os dentes e melhorar as coisas”. E completou: “o Governo não alinhará em facilidades, em demagogia, em medidas de oportunismo, para satisfazer os lobbies”. Quem os tinha, isto é, lobbies, lixou-se, mas os outros safaram-se. Volvidos uns meses chovem boas notícias. Manuel Pinho, satisfeitíssimo pela empresa brasileira Embraer, ter escolhido Évora, para fabricar componentes de aviões, classificava: “o Governo é uma direcção comercial de luxo”. Nas ruas, também se exultou, mas em retrospectiva. O relatório do Instituto Nacional de Estatística revelou que os ordenados subiram 2,4% em… 2006. Com a falta de memória nacional, ninguém se lembra de tal melhoria salarial. Quem sabe? Talvez na estatística esteja a verdadeira felicidade. E, em 2010, concluam a mesma coisa em relação a 2008. Por enquanto, é tempo de vestir um “Itsy Bitsy Teenie Weenie Yellow Polka Dot Bikini”.

[[[por Brian Hyland. O biquini moderno foi inventado pelo engenheiro de automóveis francês Louis Réard, no ano de 1946, quando tomou conta do negócio de lingerie da mãe. Nesse mesmo ano, os americanos explodiam a primeira bomba nuclear, em tempo de paz, no atol de Bikini, nas ilhas Marshall. O estilista Jacques Heim fabricara um fato de banho de duas peças chamado Átomo. Por associação de ideias, “o mais pequeno fato de banho do mundo” assumia o nome da mais pequena partícula da matéria. Todavia, Réard desenhou um ainda mais pequeno, deixando ver o umbigo. Na época, considerado apenas um deselegante buraco, armazém de cotão e sebo. Contudo, o início da sua comercialização não foi pêra doce. A primeira dificuldade surgiu em encontrar uma modelo suficientemente ousada para o vestir. Por fim, Micheline Bernardini, uma dançarina nua do Casino de Paris, aceitou. E a apresentação pública fez-se no dia 5 de Julho de 1946, na piscina Molitor, em Paris.

O Vaticano etiquetou logo a roupa como imoral e foi proibida em vários país, inclusive no nosso querido Portugal. As vendas foram um desastre. Só arrancaram quando as vedetas do cinema como Marilyn Monroe, Rita Hayworth ou Brigitte Bardot, vestiram o trapinho. Graças a este pioneirismo de exposição carnal, hoje Maria Sharapova pode mostrar os seus dotes sem a raquete na mão.

O desafio futuro foi reduzir no pano, para delícia dos olhos masculinos, aparecendo o microkini. E, levantou outro problema, cantado pelos TullycraftHow to Stuff a Wild Bikini”. O corpo tem obedecer a vários requisitos como demonstra a talentosamente dotada vedeta da Internet Alison Angel. E, assim, assistimos no Verão a uma “Bikini Parade” – por Christa Hughes ex-vocalista dos Machine Gun Fellatio. Um grupo australiano também inspirado cantador do “Summer”. E outras mensagens importantes como “Let me be Your Dirty Fucking Whore” Q “Girl of my Dreams” Q “Mutha Fukka on a Motorcycle]]].

Kant concebeu, com muito carinho, a seguinte máxima para as mulheres: “a sabedoria das mulheres não é raciocinar, é sentir”. Não é possível provar, a intuição apriorística do filósofo de Königsberg, sobre o lado feminino dos portugueses, mas les mots assentam como uma luva Les Copains, nas choses. A sensibilidade nota-se na cara. Vítor Constâncio é sem sombra de dúvida um MQT (“mais que tudo”) nacional. Ele ganha bem para falar de alto. Sem pressões do fim do mês, independente da corrupção, isento do compadrio. As suas sentenças são traves mestras de elado futuro. No seu último post it, colado no frigorífico da nação, avisou que a coisa está preto azul e deu solução: “se aumentarmos os rendimentos o que se consegue é aumentar ainda mais a inflação. A situação fica ainda pior. Há que evitar uma espiral de preços e rendimentos”. E, antes de fechar a boca para férias, mandou umas papaias sobre o nuclear. A elevada formação académica do governador do Banco de Portugal, pago como se fosse o sultão do Burnei, confere-lhe aptidões nas matérias económicas e no milagre da produção de energia barata. De volta a “Echo Beach”.

[[[dos Martha & the Muffins. Na praia pinta-se a manta… se não ficar no Dubai. A empresária inglesa Michelle Palmer, 30 anos, tomou uns drinks num champagne brunch, e engatou um turista conterrâneo. Foram passear para a praia. Os calores, do ar e do álcool, puxaram-lhes para o sexo. Um polícia advertiu-os que não estavam no Palácio de Buckingham. Decorrido algum tempo, o mesmo polícia encontra-os, insistindo na pouca vergonha. Deu-lhes ordem de detenção. Palmer foi despedida da ITP Publishing, sedeada no Dubai, e arrisca entre três meses / seis anos de cadeia, por brincar na areia.

No Ocidente cristão, a praia inspira Günther and The Sunshine Girls. Um ex-modelo sueco tornado músico – “Tweeny Weeny String Bikini” Q “Sun Trip”. Também cantou “Touch Me” com Samantha Fox. Uma prendada moça, que começou a sua carreira, como modelo topless na página três do Sun, mas com a idade, ajuizou e canta “Hurt Me Hurt Me But the Pants Stay On”.

Os Bloodhound Gang tiveram a mesma ideia que Michelle Palmer – “Screwing You on the Beach at Night”. E os Modest Mouse, com o nome retirado do conto “The Mark on the Wall”, de Virginia Woolf, navegaram por mares muito mais altos – “Beach Side Property” Q “Dashboard” Q “Missed the Boat]]].

Na assistência, José Sócrates, outro MQT, aplaudiu Constâncio: “esse erro não cometemos. Seria prejudicar os mais pobres”. Antes realizar outro Campeonato Europeu de Futebol, para mantê-los pobretes mas alegretes, que acordar a apavorante “espiral inflacionista”, um monstro que come as partes baixas da sociedade. Não obstante, as complexas fórmulas matemáticas nos portáteis dos economistas, não lhes resta muitas propostas para desemburrar a economia. Por falta de génio, aplicar os mesmos modelos, sobre problemas novos, ainda lhes sucede como ao de um dono restaurante chinês, que desejoso de agradar os turistas olímpicos, correu o nome original da sua casa num tradutor on-line. Resultado: comprou uma placa com Translate Server Error.

Jean-Claude Trichet, um sábio, tão sábio, cuja sapiência não cabe num garrafão de cinco litros, causou uns tremeliques em 1998. Jacques Chirac fez uma birra de “ sou menina rica não engulo” por sua causa. Queria-o como primeiro presidente do Banco Central Europeu em vez do holandês Wim Duisenberg. Pois, esta cabeça, incluída no Grupo dos 30, não tem outra melhor ideia, que a oscilação da Taxa de Juro, para controlar a inflação. Aos Estados, incluídos na UE, resta-lhes apenas a redução dos salários, para conseguir idêntico efeito. E é o que tem sido feito, esvaecida a euforia, de melhor vida para todos, trazida pelo golpe militar de 1974. Constâncio não descobriu o pão cortado às fatias. Repete o aranzel dos técnicos de contas, promovidos a economistas, louvados pelo FMI, que se farta de anunciar que os portugueses vivem como lordes, e é imperativo baixar-lhes o nível de vida. Se o Verão aquecer muito veremos “Bikini Girls with Machine Guns”.

[[[dos The Cramps. Grupo formado em 1976, por Lux Interior e Poison Ivy, que colocou as questões certas, fintadas pelos filósofos, cobardes, ao longo dos séculos – “Can Your Pussy Do The Dog?” Q “What's Inside A Girl?”.

Mas se a inflação subir para temperaturas insuportáveis então Bikini Kill. Grupo incluído no movimento punk feminista Riot Grrrl – “Double Dare Ya!!” com a sua introdução “we are Bikini Kill, and we want revolution! girl style now!” Q “Rebel Girl” “I Like Fucking” Q “Lil Red” Q “Carnival” Q “WDC” (1992).

No mesmo movimento: Heavens to Betsy – “White Girl” Q “The Ones” Q “Stay Away”. Huggy Bear – “Pansy Twist” Q “Her Jazz” Q “Single Bullets”. Bratmobile – “Eating Toothpaste” Q “Brat Girl” Q “It's Common (But We Don't Talk About It)”. Team Dresch – “Take On Me” Q “Don't Try Suicide” Q “Screwing Yer Courage]]].

9 Comments:

  • At 4:11 da tarde, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Queria fazer um post, com música e vídeos de Verão, mas como são muitos, decidi dividi-los por vários. Uma coisa boa, os posts ficam mais pequenos.

    Christa Hughes, vocalista dos Machine Gun Fellatio, é extraordinaria. E o Günther, que é uma personagem criada por um sueco, também. Aquele refrão “ola, ola, rata, rata, ra” bate qualquer Cohen ou Dylan.

     
  • At 4:47 da tarde, Blogger o que me vier à real gana said…

    São longos, os teus posts, mas não causam enfado!

     
  • At 3:13 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Ainda bem, mas vou fazer um esforço para encurtá-los.

     
  • At 6:56 da tarde, Blogger manuel said…

    acho que já vi um video lésbico da alison angel mas não estou certo, pelo menos era parecida eheehe

     
  • At 8:33 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Era ela com certeza. A rapariga tem uma série de amigas com as quais pratica amizades. Não lhes cito os nomes para não parecer...... intelectual.

     
  • At 7:42 da tarde, Blogger Mariazita said…

    Venho agradecer a sua amável visita ao SEMPRE JOVENS , e esclarecer o seguinte:
    Não sei se tem o hábito de ir ler as respostas aos comentários que faz nos blogs (eu costumo fazer isso). Se foi ver, e viu, óptimo. Se não foi...agora já não pode ver.
    Houve qualquer problema, (a que sou alheia, pois sou apenas colaboradora) e parte dos comentários desapareceu. O seu está no número dos desaparecidos!
    Lamento que não tenha ficado para a posteridade!
    As minhas desculpas.
    Apareça sempre. Espero que não haja mais comentários perdidos...
    Mariazita

     
  • At 8:16 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Ah, bom tinha achado estranho o seu desaparecimento.

     
  • At 12:20 da tarde, Blogger Mariazita said…

    A minha colaboração no SEMPRE JOVENS é às Terças-Feiras.
    No meu blog, A CASA DA MARIQUINHAS, faço postagens Aos Domingos e Quintas Feiras.
    Como no próximo dia 15 vou ausentar-me, para férias, gostaria de contar com a tua presença e comentário nestes dois últimos posts, o que antecipadamente agradeço.
    Felicidades. Até Setembro.
    Beijinhos
    Mariazita
    PS – Guarda esta informação, que é preciosa -:)))

    PS PS - Os comentários desaparecidos foram "recuperados". Como...não sei. Sou alheia a esses acidentes!!!

     
  • At 1:49 da manhã, Blogger Acompanhante de Luxo said…

    para show e festinhas visitem http://acompanhantesdeluxo.eu, eu gostei bastante.

     

Enviar um comentário

<< Home