Pratinho de Couratos

A espantosa vida quotidiana no Portugal moderno!

quarta-feira, agosto 27, 2008

Verão com tacto

A vaidade de César Augusto beneficiou Portugal. O imperador romano ensombrava ao lado de Júlio César, possuidor de um mês, Julho, com 31 dias certos, então, por decreto, mudou o nome do sexto mês no calendário romano, Sextilis, de 29 dias, para Agosto, em honra do seu nome, e surripiou dois dias a Fevereiro, para não ficar atrás do conquistador da Gália. Se o mês de Agosto tivesse apenas 29 dias bye-bye Verão. Não valia a pena investir no biquini. Não teria havido, na década de 60, animada passagem de modelos na Eslováquia, musicada pelo seu representativo grupo The Beatmen. Nem Nel Monteiro o mandaria tirar.

Ao abanar as asas, no século VIII a.C., Augusto desencadeou um efeito borboleta ainda mais catita. Criou “Aquele Querido Mês de Agosto” (filme de Miguel Gomes), mês das procissões, do bailarico, do fogo de artifício, do emigrante e do turista. O mês em que Portugal é o “Destiny”.

[[[dos Zero 7, duo inglês de downtempo, composto por Henry Binns e Sam Hardaker, que utiliza vários vocalistas. “Home”, com Tina Dico, gravado no programa de Jimmy Kimmel (ex-namorado de Sarah Silverman. Quando eram um feliz casal trocaram célebres bilhetes vídeo. Sarah enviou-lhe “I'm Fucking Matt Damon” em directo. E, mais tarde, Kimmel respondeu-lhe com “I'm Fucking Ben Affleck”). Tina Dico tem uma carreira a solo: “On the Run” ZZ “Room with a View” ZZ “Let's Get Lost” ZZ “In the Red” ZZ “Hallelujah” (de Leonard Cohen) ZZ “Working Class Hero” (de John Lennon). Como não existem heróis proletários muitos o cantaram: Marianne Faithfull ZZ Cyndi Lauper ZZ Noir Désir ZZ Manic Street Preachers ZZ Marilyn Manson ZZ Ozzy Osbourne. Outra vocalista dos Zero 7 foi Sia Furler: “Somersault” ZZ “If I Can't Have You”. Sia também tem uma carreira a solo: “The Girl You Lost To Cocaine” ZZ “Day Too Soon” ZZ “Buttons” ZZ “Pictures”. Outro vocalista foi José González: “Futures”. Com uma conhecida carreira a solo: “Heartbeats” (dos The Knife) ZZ “Teardrop” (dos Massive Attack) ZZ “Love Will Tear Us Apart” (dos Joy Division). E os Zero 7, ao vivo, em 2001, numa versão de “Destiny” com Sophie Barker e Sia Furler]]].

Agosto é sinónimo de Portugal. Não só pela lazeira de nada fazer, na beach ou na night, mas porque acontecem coisas maravilhosas, coisas solares. Todos buscam um lugar ao sol, inclusive as trabalhadoras sexuais portuguesas, que colocam o seu endereço no sol mais brilhante de todos – a Internet. A claridade emprenha o país de optimismo. E os grandes feitos brotam como autocaravanas da terra. Nos jogos olímpicos as vitórias lusas foram retumbantes.

Sobretudo, porque Michael Phelps tem uma ligação com Portugal. Ainda não foi descoberta, mas os jornalistas escarafuncham para a encontrar. Saber-se-á que, tem um antepassado nas ilhas; ou, dias antes de embarcar para Pequim, cumprimentou um português, um Lopes da Silva, na rua; ou comeu um energético pastelinho de nata; ou usou, durante as provas, uma medalha de Nossa Senhora de Fátima, nos genitais, por causa do atrito na água, que o protegeu da derrota. O bispo de Leiria-Fátima confirmou que, uma insígnia da Virgem nas partes pudibundas, desde que benzidas por um padre, dilata a braçada. Entretanto, os jornais já anunciaram que Phelps “gastou 800 euros numa noite em Vilamoura” e “explicou a Pinho como se tornou campeão”. Se não brilhar noutro lado, pelo menos, “The Sun Always Shines on TV”.

[[[pelos Atrocity, uma versão de uma canção dos a-ha. “Love is Dead” ZZ “Calling the Rain” ZZ “Taste of Sin” ZZ “Cold Black Days” ZZ “Shout” (dos Tears For Fears) com Liv Kristine. Kristine foi vocalista dos Theatre of Tragedy: “Venus” ZZ “Image” ZZ “Let You Down”. Com músicos dos Atrocity formou os Leaves’ Eyes: “Into Your Light” ZZ “Elegy". E tem uma carreira a solo: “Fake a Smile” ZZ “Deus Ex Machina]]].

A evolução de Portugal tem sido invejada pelos outros povos que estacaram no subdesenvolvimento. No glorioso ano de 88, Rosa Mota mostrou os pêlos do sovaco, celebrando a vitória na maratona, e a pilosidade da mulher portuguesa conquistou fama no mundo inteiro. Portugal tornou-se fashion. Nasceram homenagens ao país. A maratonista ganhou, em 1992, uma banda homónima: os Rosa Mota (“Asbestos Frenz”). No Alasca formou-se um grupo chamado Portugal. The Man (“The Wolf” ZZ “And I” ZZ “Stables and Chairs” ZZ “The Devil”). A apetência pela Portugal Trade Mark centuplicará com os actuais atletas olímpicos. Saídos da Gillette Venus ou da Veet, depilados como um gato sphynx, quando se levantam pela manhã, levarão a caravela ainda mais longe. Sem ter ido às olimpíadas, o epopeico Cristiano Ronaldo já foi eleito ídolo dos gays.

Não faltaram vitórias para entusiasmar os patriotas da bandeira comprada no chinês nestes Jogos Olímpicos… na China. Apenas falhou o marketing desportivo. O povo não é o suficientemente inteligente para compreender a realidade da vida moderna, necessita de especialistas, que o conduzam para a apreciação correcta. No Euro 2004, a situação de marketing foi acautelada, que culminou com distribuição de medalhas aos organizadores, por serviços prestados à nação, pelo presidente Sampaio. Hoje, novos e velhos julgam, terem sido os portugueses, que descobriram o caminho líquido para a planificação de Campeonatos de Futebol europeus e o ensinam aos outros povos. Outro exemplo de bom marketing sucedeu com a Selecção Nacional de Rugby no mundial de França. “Os Lobos” não ganharam um jogo, fartaram-se de levar na pá, no entanto, foram recebidos como heróis. Sem marketing a vida é uma “Bodom Beach Terror”.

[[[dos Children of Bodom, nome retirado de um caso traumático ocorrido na Finlândia, em 1960. Quatro estudantes do liceu, que acampavam nas margens do lago Bodom, foram atacados à facada, três morreram e um ficou ferido. Nunca descobriram o/os autor/es do ataque. “In Your Face” ZZ “Are You Dead Yet?” ZZ “Everytime I Die” ZZ “Silent Night, Bodom Night”.

Num país optimista, o Verão é mais na onda "no stress" do Kid Rock, no lago Michigan, em “All Summer Long”, com um cheiro de “Sweet Home Alabama” dos Lynyrd Skynyrd. Uma das melhores bandas ao vivo, descoberta por Al Kooper, (elemento dos Blood Sweat and Tears, até 1968). Em 1977, num acidente de aviação morreu o vocalista Ronnie Van Zant, o guitarrista Steve Gaines e Cassie Gaines que fazia coros. “Free Bird” Parte1 ZZ Parte2 ZZ “Call Me the Breeze” ZZ “T for Texas” ZZ “Whiskey Rock-A-Roller” ZZ “Travellin’ Man” ZZ “Gimme Three Steps]]].

Os jornais de referência andaram aos papéis nestes Jogos Olímpicos. O Diário de Notícias escrevia: “14 milhões gastos em projecto olímpico falhado”. O 24 Horas corrigia a quantia: “gastámos 15 milhões com os atletas olímpicos”. Os jornalistas também não podem ser deixados ao deus dará. Os Meios de Comunicação Social são fundamentais na formação da opinião pública mas a opinião do jornalista tem de ser injectada. O caso Watergate constitui um exemplo paradigmático do papel do gazetista. No início da década de 70, dois escrevinhadores do Washington Post foram manipulados com objectivos políticos: retirar do poder, um doente mental grave, o presidente Richard Nixon. As empresas de marketing têm a função de fornecer a informação relevante, para que os jornalistas escrevam e falem, se não solta-se o disparate. E não se participa em acontecimentos de honra nacional sem a contratação de uma boa empresa. Ou, depois, os maus resultados, dizem ser “A Cause des Garçons”.

[[[da Yelle – “Je Veux Te Voir”. Os franceses, arredados da cena internacional pelos ingleses, coçavam a baguette, então criaram o Tecktonik. Uma dança executada ao som de música electro. Alguma da música e intervenientes são: John Dahlbäck – “Blink”, a dançarina no vídeo é LecKtra, uma das principais figuras desta dança. LecKtra em entrevista ZZ Dança1 ZZ Dança2. Zatox vs Miss Hiroko. Mondotek – “Alive”. Neste grupo dança Lili Azian. Lorie – “Je Vais Vite”. A indústria discográfica, nunca perde uma oportunidade de ganhar mais um milhão, e meteu os putos ao barulho com os Kidtonik – “Aller Plus Loin”.

Em África, enquanto não chega o camião da fartura, prometido por Bono e Blair, dança-se o Zouglou. Magic System – “Zouglou Dance”. Outro representante desta dança é os Sur-Choc – “Gnakpa” ZZ “Fou-Oh”.

Em Cabo Verde dança-se com os Neg’ Marrons – “Petites îles”.

Mas, só em Portugal, se canta o Verão em fina poesia. M3 – “O Verão Já Chegou

Para os lados de Cuba dança-se, mas baixinho, como os crocodilos. Gorki Águila Carrasco, vocalista da banda punk cubana Porno Para Ricardo, foi preso na sua casa, dia 26 de Agosto de 2008, pelas 10:30. O site do grupo divulgou a notícia e depois ficou “HTTP 403 proibido”, assim resta uma entrevista de Gorki aos anarquistas de Miami, e a entrada na Wikipédia já actualizada. “El Cake” ZZ “Mi Balsa” ZZ “Estado Tan Loco” ZZ “Muchas Putas]]].

O Verão defina, o dinheiro das férias acabou, o pessoal percebeu que o crédito directo é aldrabice, e optou pelo levantamento directo. É o livro do desassossego das carrinhas de transporte de valores, estações de correios, Bancos, gasolineiras, ourives etc. etc.

No fim do Verão, os rabos murcham, mas não caem como as folhas dos plátanos, escondem-se em algodão e lãs, até ao próximo esquentar do sol. O maior elogiador desta arredondada parte anatómica é Sir Mix-A-Lot – “Baby Got Back (I Like Big Butts)”.

23 Comments:

  • At 7:17 da tarde, Blogger Táxi Pluvioso said…

    E assim termina a música estival. O post ficou longo mas era para acabar o cesto.

    Eu estava a ver o site dos Porno Para Ricardo, com a notícia da prisão do vocalista, quando fiquei interdito. Espero que não seja o Comandante, eterno convalescente, a brincar aos computadores. Ia meter o endereço mas tive alterar os planos. Ele está na Wiki, no fim da página, nos external links, mas também não dá nada.

     
  • At 10:33 da tarde, Blogger manuel said…

    genial a música e o video!!! soberbo! depois venho aqui ler o teu post com mais atenção.

     
  • At 2:50 da manhã, Blogger stériuéré said…

    Queria dizer-te que adorei o facto de seres tão smart na música . Um grande dom para conseguires fazer o que fizeste no teu pratinho de couratos. obrigada pela tua visita , e espero que se repita.

     
  • At 12:16 da tarde, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Manuel: “Muchas Putas” é um bom manifesto para substituir o comunista, a propósito, no mapa que meti das trabalhadoras sexuais portuguesas, gosto da Júlia Portuguesa, ali para os lados de Carnide. Não foi confirmar se existe, acredito que toda a Internet é verdadeira. Só me espanta que não exista nenhuma trabalhadora do sexo na Universidade Católica.

    Stériuéré: claro que lá irei. Gosta da ironia na poesia.

     
  • At 2:21 da tarde, Blogger manuel said…

    Um amigo meu disse o seguinte a propósito do muchas putas: "eu queria era uma puta comunista".

     
  • At 2:24 da tarde, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Que não tenha propriedade privada?

     
  • At 2:44 da tarde, Blogger gracinha, a artista do burlesco said…

    teardrop - cantado pelo josé gonzalez é uma versão do original dos massive atack ;)

     
  • At 3:10 da tarde, Blogger São said…

    os media só servem para baralhar...ou quase.
    Fique bem.

     
  • At 3:26 da tarde, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Gracinha: não sabia que "Teardrop" era dos Massive Attack. Meti-o porque achei o vídeo muito calmo. Quase budista.

    São: mas os media formam as opiniões das pessoas. Aliás as pessoas repetem o que ouvem na TV.

     
  • At 11:13 da tarde, Blogger manuel said…

    http://www.onemotion.com/flash/spider/

     
  • At 1:51 da manhã, Blogger manuel said…

    http://meninasemocascachopasegaijas.blogspot.com/2008/08/no-tentem-fazer-isto-em-vossas-casas.html

     
  • At 2:17 da manhã, Blogger manuel said…

    http://www.ratemymelons.com/browser.php

     
  • At 3:17 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Afinal, o ser humano tem dentro de si a solução para a crise energética, só tem que trazê-la cá para fora canalizada e aproveitável.

     
  • At 5:48 da manhã, Blogger manuel said…

    Roubei-te essa bela conclusão lá para o blog.

     
  • At 10:12 da manhã, Blogger sp said…

    deixo como sempre um sorriso:)

    é bom e saudável este teu sentido de humor.

    abraços.

     
  • At 11:21 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Tanks.

     
  • At 8:26 da tarde, Blogger xistosa - (josé torres) said…

    Sempre houve indivíduos narcisistas.
    Lembrei-me, de repente, doutro César Augusto que morreu há poucos anos.
    Nma dessas repúblicas, que são monarquias, como foi o caso do Turquemenistão, dum ex-secretário do Partido Comunista, Saparmourad Niyazov, que tinha falta de alguns parafusos, faz-se eleger pelo parlamento, presidente da república. (Façanha fácil, já que era o único candidato).
    Niyazov, que tinha crescido num orfanato soviético, estava obcecado por dar "uma identidade ao seu povo", que segundo ele, não existia.
    A primeira medida "messiânica", foi adoptar o nome de Turkmenbashi - Pai dos turcomanos.
    Depois foi um avia-te que se faz tarde.
    Quase todas as cidades foram renomeadas de "Turkmenbashi" e o mesmo sucedeu com quase todas as ruas de pelo menos a capital e a segunda maior cidade.
    São gestos pequenos, mas grandiosos, como o foram as estátuas em ouro que mandou fazer, mas em tamanho gigante, que as ninharias são para os ocidentais que só cheiram o petróleo.
    Como era filho da pátria e não sabia quem era o pai ... além do mês de Janeiro, ser rebatizado de Turkmenbashi, , também renomeou outros, um deles com o nome da mãe.
    Ainda dizem que há "filhos da pauta"!!!

    Olhe que dois dias sem biquinis, é demais para quem ultrapassou os 60.
    Também agosto é o "Destiny" dos incêndios que incendiaram aquelas paixões tão avassaladores que não sei não ... mas os Óscar é limpinho, senhor agostinho.

    Quem havia de dizer que no mês de férias se fazia sexo "localizado" ao pormenor?
    Estou bastante ultrapassado, a indústria, toda, desenvolveu-se avassaladoramente.
    Também porque no Verão o calor dilata os corpos ... só não estudei, em Astronomia, (que não dei), se os buracos negros, são matéria ou anti matéria.
    mas agora acredito no puto que estava a levar porrada da grossa, dada pela mãe, quando um individuo a indagou, por que batia desalmadamente na criança.
    - Porque fez um buraco na areia e quer levá-lo para casa.
    Pelos vistos, os buracos negros são intransportáveis e nem o masoquismo ou sadomasoquismo os demove ...
    Nem à porrada!

    O tubarão das piscinas, tem a pele dos tomates, quer dizer, utiliza tecido nacional, para proteger e precaver-se contra trabalhadoras das ditas ...

    Afinal o que é nacional é bom ...
    Suponho ... e vou escrevê-lo debaixo de sérias reservas, que o tecido, para além de impermeável é forrado interiormente com uma variedade de piripiri, que transmite uns fogachos ... até dá para bater recordes.

    Mas ler, ouvir, ver, contar e fixar, tudo o que fez por este post, só como o outro que necessitava de 26 horas por dia.
    O pobre vivia com os pais e a mulher. Trabalhava fora e ainda ajudava nas lides domésticas.
    Transfigurou-se de um momento para o outro, desconfio que foi em Vilar de Perdizes, onde o Perdigão possui um Hotel.
    Assim, ao tomar banho bebia 1,5 litros de água que os médicos aconselham diariamente, com a necessidade de potássio, comia uma banana, enquanto aproveitava as lições do Kama Sutra, para na posição de "carrinho de mão", "aviava" a mulher que lhe lia, as notícias do dia em voz. Para fazer a limpeza do chão, tinha enfiado num buraco negro o cabo da vassoura, enquanto a "palheira" ou rama, ia limpando, ao mesmo tempo que ficava com uma mão livre para saudar os sogros.

    A vida custa a todos, por isso é que me vou dedicar ao meu querido trabalho de reformado.

    Se quiser ajudar, o mapa do blog, está certo ...
    Não se esqueça que prefiro cerveja alemã, que tem menos gás.
    Para acompanhar, não sou exigente, forneço o local para grelhar uns tigres abertos a meio, com molho de manteiga, limão e piripiri.

    Não necessita de vir carregado ... como pouco

    Também forneço os instrumentos musicais, só as cordas é que não, não vibram harmonicamente ...

    Se não quiser, tenha um bom fim de semana.

     
  • At 11:55 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    O Niazov foi dos bons. No fundo todos os povos precisam de um Pai. Veja-se como muita gente, por cá em Portugal e na Europa, espera que o messias Oh!bama os salve.

    Isto deve ser porque, mãe todos conhecem, excepto o Eça que era de mãe incógnita, mas pai, já é mais discutível.

    O Idi Amin também homenageou a mãe por ter parido um génio. Creio que é justo. O trabalho de parto da mulher deve ser reconhecido.

    Agora regressam os nossos políticos, com mais governação, para pôr o país vivo como uma sardinha.

     
  • At 1:13 da manhã, Blogger Armando Rocheteau said…

    Essa dos plátanos é muito boa. Acabado, para mim, o Verão, volto à leitura dos teus posts.

     
  • At 11:22 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    O Inverno também será quente. Vem aí uma leva de políticos para pôr isto em fato de banho. Tanga está fora de moda.

     
  • At 5:21 da tarde, Blogger Carlos Rebola said…

    Não conheço bandeirada mais barata, como é bom e especial viajar neste "táxi" a conversa com o condutor que ás voltas, sem que o preço aumente a tarifa é única, o taxímetro marca sempre o mesmo igual ao zero aritmético, voltando ao fio da meada, viajamos pelo mundo à conversa sobre o Génesis da estupidez passando pelo "Anticristo" e do "Assim falava Zaratustra" qual "super homem" que fala com o leão e águia, imperadores romanos e policias eos mais “altos” senhores do mundo, aqui interagem com o condutor do Táxi mesmo em silêncio, mas sempre ao som dos melhores e imortais acordes, boa nova corrida. Espero o “táxi”.
    Boa trilogia

    Abraço
    Carlos Rebola

     
  • At 6:58 da tarde, Blogger xistosa - (josé torres) said…

    O Idi Amin é o meu ídolo.
    Foi um grande homem, (em todos os sentidos).
    Para a pureza da raça, expurgou os asiáticos, indianos principalmente, mas chineses e outras etnias.
    Arrasou todos os opositores menores.
    Aos seus opositores mais graúdos, mandou-os matar e comia-os ... assim tinha a certeza onde estava sempre a oposição.
    Cognominado o "Carniceiro", parece-me que até teve tempo para comer uma das suas mulheres ...

     
  • At 11:20 da tarde, Blogger Antunes Ferreira said…

    LISBOA - PORTUGAL

    Olá!

    Cheguei a este blogue através de outros que costumo visitar e neles postar comentários. Cheguei, vi e… gostei. Está bem feito, está comunicativo, está agradável, está bonito – e está bem escrito. Esta é uma deformação profissional de um jornalista e dizem que escritor a caminho dos 67…, mas que continua bem-disposto, alegre, piadista, gozão, e – vivo.

    Só uma anotaçãozinha: Durante 16 anos trabalhei no Diário de Notícias, o mais importante de Portugal, onde cheguei a Chefe da Redacção – sem motivo justificativo… pelo menos que eu desse com isso… E acabo de publicar – vejam lá para o que me deu a «provecta» idade… - o me(a)u primeiro livro de ficção «Morte na Picada», contos da guerra colonial em Angola (1966/68) em que, bem contra vontade, infelizmente participei como oficial miliciano.

    Muito prazer me darás se quiseres visitar o meu blogue e nele deixar comentários. E enviar-me colaboração. Basta um imeile / imilio (criações minhas e preciosas…) e já está. E se o quiseres divulgar a Amiga(o)s, ainda melhor. Tanto o blogue, como o imeile, tá? Muito obrigado

    www.travessadoferreira.blogspot.com
    ferreihenrique@gmail.com

    Estou a implementar e desenvolver o projecto que tenho para o meu www.travessadoferreira.blogspot.com e que é conferir ao meu/vosso/NOSSO blogue a característica de PONTO DE ENCONTRO entre os Países fraternalmente ligados – Portugal e Brasil. E outros PALOP e etc…
    Se me enviares o teu IMEILE, poderei enviar-te «coisas» que ache interessantes. Se, porém, não as quiseres, diz-me que eu paro logo. Sou muito bem-mandado (a minha mulher que o diga…) e muito obediente (cf. parênteses anterior). Abrações e queijinhos, convenientemente repartidos e distribuídos

    – Desculpa por este comentário ser tão comprido e chato. Como a espada do D. Afonso Henriques…
    - Já conheces o me(a)u «Morte na Picada» que acima menciono? Há quem diga que é muito bom. E até que é o melhor que se escreveu em Portugal sobre o tema. Dizem… Obviamente que não sou eu a dizê-lo… Só faltava… E também há quem tenha escrito que é SANGUE & SEXO… Malandrecos… Pelo sim, pelo não, compra-o.
    Depois de o leres, se, por singular acaso, tiveres gostado dele, terás de comprar muitíssimos mais exemplares. São excelentes prendas de aniversários, casamentos, divórcios, baptizados, e datas como Natais, Carnavais, Anos Novos, Páscoas, Pentecostes, vinte e cincos de Abris, cincos de Outubro, dezes de Junhos. Até para funerais. Oferecer o «Morte» na morte fica bem em qualquer velório que se preze. E, além disso, recomenda-o, publicita-o, propagandeia-o, impinge-o aos Amigos, conhecidos, desconhecidos & outros, SARL. Os euros estão tão raros e... caros...
    ++++++++++++
    A editora da obra é a Via Occidentalis (occidentalis@netcabo.pt) cujo site é www.via-occidentalis.blogs.sapo.pt. Neste blogue podem ser consultados mais dados sobre o livro, cujo preço de capa é € 14,70. ATENÇÃO: Pode ser comprado pela Internet.
    ++++++++++++
    NOTA IMPORTANTE: Este texto de apreciação e informação é similar em todos os casos em que o utilizo. Digo isto, para quem não surjam dúvidas ou suspeitas sobre a repetição em diferentes blogues. E para que ninguém se sinta ludibriado – ou ofendido… Há feitios que… Mas, sublinho, apenas o uso quando o entendo, isto é, quando gosto mesmo dos que visito. Nos outros onde também vou, se não gosto, saio sem comentários. Há muitos mais. Aqui na terrinha diz-se que «se não gostas, põe na beirinha do prato…»

     

Enviar um comentário

<< Home