Pratinho de Couratos

A espantosa vida quotidiana no Portugal moderno!

quarta-feira, dezembro 29, 2010

Ólh’as n’tícias fresquinhas, freguês!

.

Parte 9

.

Os quiosques dos grandes povos engonçam os fiapos da auto-estima, espessam a raigota de tremelicadas genealogias, ventanejam anélito pátrio sobre esmorecidos cidadãos [1]. Zote povo, lendo jornais, príncipes da Pérsia, faraós do Egipto, princesas Disney, é. É, obviamente, no cavaqueado Portugal – (faraute da gestão, português de sucesso no estrangeiro, Horta Osório, presidente do Lloyd’s em Londres, explica numa vinda à santa terrinha: “a pergunta, que toda a gente me faz é: Portugal vai, requerer, ajuda, externa? Esta é a pergunta que neste momento se pergunta em Londres”) – que a confusão na tabacaria, para comprar diários, aumentou com a zaragalhada de juízes recolhendo indícios para análise, na deslindação do “caso” dos voos da CIA [2]. Os jornais caprificam os magistrados lusos: jornal, bica, biscoitos, garrafinha de água, gentileza do contribuinte, amadurece-os na investigação. E, na Itália, molinham “a coisa Berlusconi” [3].

--------

[1] O jornal egípcio al-Ahram alterou digitalmente uma foto, posicionando o seu presidente Mubarak, na dianteira de Obama. Uma insinuação de que Mubarak é um líder, o condutor do archote das conversas de Setembro para paz no Médio Oriente, conversadas na Casa Branca.

[2] Cândida Almeida, directora do Departamento Central de Investigação e Acção Penal, divulga a maranha dos segredos da peritagem judicial: “obviamente o DCIAP tem feito, ou está a fazer, a análise da documentação, enfim, das notícias que têm vindo a lume a propósito dos voos da CIA… até sábado. Hoje ainda não li a imprensa, apesar de a ter ouvido, mas não li com cuidado, até sábado, enfim, eram informações genéricas, tinha a ver com o regresso de Guantánamo e não da ida para lá. Portanto, e aliás, sempre foi assumido o papel de Portugal na recepção de pessoas que tinham de, enfim, de ter um país e se quisessem optar por ele, portanto isso não tem nada a ver com os voos da CIA. O problema é para lá, até sábado não havia nada. Hoje eu sei que vêm notícias novas, vou lê-las e obviamente que serão objecto de análise”.

[3] José Saramago: “desde há vários anos, a coisa Berlusconi comete delitos de gravidade variável mas sempre provado. E que mais é, ele não transgride as leis, mas bem pior, com efeito fabrica-as para proteger os seus interesses públicos e privados, o do político, do empresário, e do acompanhador de menores”.

.

Berlusconi: “a Esquerda não tem gosto, mesmo quando se trata de mulheres”, apalpou a via da Direita. Os seus meetings políticos decorriam a céu aberto, nos jardins da Villa Certosa, Porto Rotondo, na Sardenha, decoração feminina, com a qualidade Gianpaolo Tarantini. Tarantini, um lúcido empresário de Bari: “a prostituição e a cocaína são a chave do sucesso na sociedade”, elucidava ele o juiz Giuseppe Scelsi, defendendo-se das acusações de corrupção, tráfico de droga e proxenetismo. Berlusconi papa mas de borla. Tarantini confirma: “apresentei-as como minhas amigas, e não disse que às vezes lhes pagava”. Num desses meetings, o paparazzo Antonello Sapparu fotografou o ex-primeiro ministro checo Mirek Topolanek, de Direita, de pau direito. Berlusconi bloqueou a publicação das fotos na Itália e Sapparu refugiou-se na Colômbia. E foi Bernard Cahen, advogado de Berlusconi em França, quem arrematou: “os métodos deste fotógrafo sardenho não conhecem escrúpulos e põem em risco a paz de espírito do Sr. Berlusconi, que pensa que a imprensa o persegue em questões do foro privado. A minha opinião? não têm qualquer impacto no panorama político italiano”, registando a “sencionalização” da imprensa dita séria: “processei o Nouvel Observateur, como já fiz à Voici, à Gala e ao Closer. Porquê? (…) O Nouvel Observateur escolheu o populismo, escolheu efectivamente aparecer como concorrente destes jornais tablóides”.

.

“As pequenas borboletas” de Berlusconi: Verónica Lario: a esposa, nos tribunais, por um divórcio com “pagamento de 4,95 milhões de dólares por mês”. Nicole Mineti: higienista dental, que lhe consertou a boca, depois dos estragos da catedral de Milão. Graziana Capone: “a Angelina Jolie de Bari”, formada em Direito. Elena Russo: actriz, “ela está praticamente desempregada”, angariava-lhe Berlusconi emprego. Karima Keyek: dançarina erótica, 17 anos, humedecida com dinheiro, um colar de diamantes de 7 000 € e um Audi desportivo. Naomi Letizia: “chamo-lhe papi, mas com certeza, ele é um segundo pai para mim”. Angela Sozio: concorrente do Big Brother que sentou no colo do papi. Mara Carfagna: modelo topless, ministra da Igualdade de Oportunidades. Barbara Matera. Patrizia D’Addario [1]. As gémeas Marianna e Manuela Ferrera. Camilla Ferrant. Eleonora Gaggio. A modelo venezuelana Aída Yéspica: “contigo vou para qualquer lado, mesmo para uma ilha deserta”, confidenciou-lhe Berlusconi.

--------

[1] Call girl no portefólio de Tarantini.

.

Pergunta: “teve algum tipo de relação precisa e pessoal com o proletariado?”; resposta de Rainer Werner Fassbinber: “relações eróticas, quer dizer, suponho? Sim, com certeza!”. Proletários na cama com realizadores de cinema. “Nas cidades capitalistas, o cinematógrafo faz actualmente parte integrante da vida quotidiana, ao mesmo nível que os banhos públicos, os restaurantes locais, a igreja ou outras instituições necessárias, louváveis ou não. A paixão pelo cinematógrafo é ditada pelo desejo de se divertir, de ver qualquer coisa de novo, de desconhecido, de rir e mesmo de chorar, não sobre os nossos próprios infortúnios, mas sobre os dos outros” Leon Trotsky em “As Questões do Modo de Vida”:

Annette Kellerman (1887-1975) – “sofrendo de uma fraqueza nas pernas que requeria pinos de sustentação, Annette começou a nadar como terapia para superar a sua deficiência, aos 15 anos, já dominava todos os cursos de natação e venceu a sua primeira corrida”. Apelidada de a “sereia australiana”, “a Vénus do mergulho”, “a mulher mais perfeitamente moldada do mundo”, “rebelou-se contra o rígido código de vestuário predominante nos fatos de banho, no início da sua carreira, argumenta que um vestido de banho longo ou calças apertadas, é pesado para a natação”. Em 1907, quando a sua tournée “chega a Bóston eventos conspiram para disparar Kellerman numa fama ainda maior. Ela é presa por vestir um revelador fato de banho, apertado, de peça única, na Revere Beach e acusada de indecência e atentado ao pudor”. O Dr. Dudley A. Sargent de Harvard, após estudar 3 000 mulheres, declarou-a em 1908 a Mulher Perfeita, pelas similitudes dos seus atributos físicos com a Vénus de Milo. Os seus filmes, fatalmente, metiam água: “A Daugther of the Gods” (1916), filmado em Kingston, Jamaica, continha a “primeira cena nua por uma grande vedeta, que ocorreu durante uma cena numa queda de água”, os seus longos cabelos ocultando as impúdicas zonas. – “Map of the Sounds of Tokyo” (2009) de Isabel Coixet: “... Ferran Adrià que o outro dia escreveu um artigo dizendo que depois de ‘Ratatouille’ era o filme que melhor mostrava a comida”, onde também se come a Rinko Kikuchi. Coixet explica a nutriente génese: “eu ‘vi’ a história (não quero soar como uma espécie de visionária, mas assim é como eu senti que aconteceu) no mercado de peixe de Tsukiji em Tóquio”. – “Smokin’ Aces 2: Assassin’s Ball” (2010) com matadoras badass; a actriz mexicana Martha Higareda como Ariella Martinez: “uma assassina mortal com lábios venenosos”, e a ex-vedeta infantil Autumn Reeser como Kaitlyn “AK-47” Tremor. – “Black Swan” (2010), Natalie Portman na cena dos dois dedos: “tão nojento. Era semelhante à experiência de ver o filme com os meus pais sentados ao meu lado, deixe-me dizer-lhe”; e no expansível safismo com Mila Kunis: “cenas de sexo lésbico estão por toda a parte. Mas por que sou eu, as pessoas ficam chocadas. Eu vejo o valor da persona de uma boa rapariga, é tão fácil subvertê-la”. – “Your Highness” (2011) com Natalie Portman, de seu little ass dentro de um fio dental, digitalmente tapado, no trailer, para todas as audiências americanas. Nascida em Jerusalém: “tentei sempre ficar afastada de representar judeus. Recebo tipo 20 argumentos sobre o holocausto por mês, mas eu detesto o género”. A nudação não a amedronta: “definitivamente não sou puritana sobre o sexo ou nudez”, contrafê-la no Hotel Raphaël, Paris, na curta-metragem “Hotel Chevalier” (2007), amimada ao som de Peter Sarstedt.

.

Os derradeiros Ferrero Rocher de Natal: hot girls nos filmes de Natal: Lauren Graham e Billy Bob Thornton dentro do carro: “fuck me Santa. Fuck me Santa. Fuck me Santa…”, “no filme “Bad Santa” (2003) ou K. D. Aubert, a “Angelina Jolie preta”, em “Friday After Next” (2002). O Natal na Playboy. Ou o festivo girl on girl na publicidade: o anúncio, vagamente lésbico, ao Twingo Miss Sixty da Renault, proibido na Mediaset de Berlusconi e na RAI também.

O balancete dos anos: os melhores álbuns nos últimos 25 anos; com “Achtung Baby” (1991) dos Udois, no primeiro lugar, impõe-se uma exorcização auditiva com o mapa do metal, para os 10 melhores discos nacionais de 2010 não há macumba que lhe fade. As piores 20 canções roçam pelo melhor: “Who’s Your Daddy”, Joss Stone e o beatle genial Ringo Starr. Nos vídeos com a imprópria nudez: realizado por Michael Reich, “Rubber”, dos Yuck, Ariela Marin encharcada com cães: “então, foi apontado por alguém uma vez que eu estou sempre nua”.

Um ano, que as vedetas suprimiram as roupas: Paris Hilton topless num iate; por ela ter contactado com CRonaldo, a Amália da democracia, simboliza o luxo e a riqueza do Portugal século XXI. Os notáveis rabos de 2009, rachados em arredondadas batalhas: Jessica Alba vs. Kate Hudson: readquirem este ano a sua função fisiológica primária; melhores nádegas do ano: Karissa Gilham ou a brasileira Aryane Steinkopf? A beleza americana sobrevalorizada: Ashley Tisdale, exceptuada. Os fascinantes americanos: por causa dos étnicos lábios, pelos europeus tão venerados, Will Smith aconselhou o filho, Jaden, protagonista de “Karate Kid” (2010): “tenta não manteres a tua boca aberta. Se abres a boca demasiado pareces uma baleia”. A filha, Willow, sacode a cabeça: “Whip My Hair”.

As 11 fotos sexy do desporto: porque a Espanha é campeã mundial e Portugal é… Ronaldo. As novas áscuas: de Brno, República Checa, Petra Cubonova. A mulher mais escaldante: a escocesa-australiana Isla Fisher. Calendários 2011: os mais sexy, a flotilha feminina russa e… Vikki Blows, pin-up sensação britânica: site, Myspace, Twitter.

Colheita do ano: Hollywood longos 18 anos expectante [1] pela sua vitis vinifera (vinho de mesa e… de cama), mas 2010 é de vindima vitis labrusca: as vedetas do canal Disney: Demi Lovato, Selena Gomez, Brigit Mendler, Meaghan Jette Martin [2], estão legais para consumo. E, também, Kaya Scodelario, a perturbada Effy Stonem, na série inglesa de TV “Skins”: – Effy: “quer que diga às pessoas que só tirei vintes?” – Mr. Blood, o director da escola: “ pela minha experiência, miss Stonem, estamos todos a viver mentiras. A realidade, como os sofistas nos informaram de forma tão elegante, é relativa”.

--------

[1] Taylor Momsen (17 anos), vocalista dos Pretty Reckless, embora ainda ilegal, já vangloria não vãs tetas em palco.

[2] Miley Cyrus publicitava aos 15 anos: “tenho de me manter em forma, então bebo leite”; aos 17 anos, no Rock in Rio Lisboa 2010, as objectivas dos fotógrafos fixavam-lhe as mais rentáveis partes… da idade adulta; na party da maioridade fumava, não marijuana, mas salvia divinorum (“ska María pastora”, “erva de Maria”, “erva dos deuses”): “quero mais dessa merda”; planta de efeitos psicotrópicos, legal na Califórnia, que se vendeu mais do que merchadising da Hannah Montana, depois de ela chupar no cachimbo.

.

[Thomas McIntosh: “arquitecto e artista de instalações” e Emmanuel Madan: “compositor e artista de som” compõem [The User]: “retira o nome de um termo utilizado pela nossa sociedade tecnológica, especialmente nas zonas relacionadas com o design, como engenharia, arquitectura e desenvolvimento de software. O termo ‘utilizador’ objectiva e reduz a individualidade a um ideal abstracto e genérico. Esta redução é empregada sempre que a metodologia abstracta racional é aplicada a situações envolvendo pessoas reais. Os preceitos da produção em massa e as economias de escala necessitam de uma ebulição baixa da individualidade do sujeito, uma redução ao anonimato genérico e um constrangimento da diligência do sujeito e da sua possibilidade criativa” }}}}___ “Os projectos em que o duo colabora re-imagina as relações entre os sistemas tecnológicos, a cultura e as experiências humanas em formas marcantes” }}}}___ Em 1997-1999 “recrutaram três especialistas para operar um programa de computador através de um servidor que sincronizava as impressoras dot matrix e lia complexos ficheiros de texto ASCII para criar composições musicais”: resultado: “Symphony # 1 For Dot Matrix Printers* & “Symphony # 2 For Dot Matrix Printers”: “é um trabalho que transforma tecnologia de escritório obsoleta** em instrumentos para performances musicais”*** }}}}___ Em 2000: “Silophone”: “transformaram o silo #5 num instrumento musical, instalando microfones e altifalantes no interior de quatro câmaras do elevador de armazenamento de cereais vazio, tornando-o acessível ao mundo exterior através da Internet, telefone (+1.514.844.5555) …” }}}}___ Em 2008: “Coincidence Engines”: “primeira de uma série de homenagens a György Ligeti” »»»» “Coincidence Engines One. Audio Environment 2008-9” %-- “Coincidence Engines Two. Audio Environment 2008-9” %-- “Symphony # 2 For Dot Matrix Printers”.

A música computorizada já tem chips brancos. O CSIR Mk1 / chamado CSIRAC: “um dos primeiros computadores com programa de armazenamento digital electrónico”, construído na Austrália, por Trevor Pearcey e Maston Beard, nos finais dos anos 40 do século XX, foi programado pelo matemático Geoff Hill para tocar melodias populares no início dos anos 50. A primeira gravação de música gerada por computador, de um programa escrito por Christopher Strachey, reproduziu em 1951, num Ferranti Mark 1, “God Save the King”, “Baa Baa Black Sheep” e um trecho de “In the Mood”. Max Mathews foi o primeiro a sintetizar a voz humana em 1961, num IBM 704, na canção “Daisy Bell”; Arthur C. Clarke, presente durante a demonstração, impressionou-se e propô-la a Stanley Kubrick para o filme “2001: Odisseia no Espaço” (1968): quando o Dr. David Bowman desliga as funções de HAL 9000.

Outras portas USB 2.0: David Cope criador de Alice (ALgorithmically Integrated Composing Environment): no seu livro “The Algorithmic Composer” (2000): “com Alice tentei iniciar estratégias que, conquanto muito provavelmente não legitimassem a inteligência (ver Turing 1950), usa processos que eu acredito paralelos a alguns dos que conduziram à inteligência”. Em 1985, noutro programa de computador, Emmy (carinhoso de EMI: Experiments in Musical Intelligence), concebeu a ópera “Cradle Falling”, desconhecendo-lhe a paternidade cyborg, os críticos rejubilaram: “obra-prima!”. Nos anos 90, Emmy pariu “a brilhante filha mais nova”, Emily Howell: “uma interface interactiva que permite comunicação musical e linguística”, que “escreve música moderna original, em vez de simplesmente recriar o estilo de uma época passada”. Cope numa entrevista sobre computadores versus humanos: “hoje, o meu programa produz música que soa como uma criação humana e que é significativa, ao menos para algumas pessoas. No futuro, haverá menos preconceito com esse tipo de coisa. Na música popular isso já acontece: muitas vezes não sabemos quem compôs certas canções, e garanto que não foram humanos. Já há artistas a ganhar muito dinheiro com elas” »»»» “Glasswork for Two Pianos and Computer-Generated Tape”.

Jóhann Jóhannsson, músico, compositor, produtor islandês: “um dos mais ambiciosos projectos é inspirado no primeiro computador trazido para a Islândia – o IBM 1401 Data Processing System – em 1964, e baseado numa gravação no computador IBM que o seu pai fez” »»»» “IBM 1401, a User's Manual Part I - IBM 1401 Processing Unit” %--“The Rocket Builder”.

Música produzia na HP ScanJet 4c's SCL (Scanner Control Language) »»»» Star Wars %-- Vivaldi %-- Beethoven %-- Nightwish }}}}___ Ou na drive de disquetes 1541 do Commodore 64.

--------

* Uma faixa de “Symphony #1”: impress@ pelos Radiohead em “Skyscape [10]”.

** Bandas de tecnologia obsoleta: “Nude”, pelo artista de vídeo James Houston: instrumentos: ZX Spectrum, impressora Epson LX-81 Dot Matrix, HP Scanjet 3c e uma matriz de discos rígidos }}}}___ Younnat, projecto do teclista da banda ucraniana Luk, Oleg Serdyuk »»»» “Dot Matrix Printer Etude}}}}___ Mistabishi »»»» “Printer Jam}}}}___ a australiana Sue Harding: “a minha música cresceu de um interesse contínuo nas qualidades musicais dos sons ambiente” »»»» “Dot Matrix Music}}}}___ Cornelius »»»» “Toner}}}}___ &&& outros periféricos }}}}___ & os Tree Wave: Paul Slocum e a vocalista Lauren Gray: instrumentos: consola Atari 2600 de 1977, computador Commodore 64 de 1983, portátil 286 PC de 1986 e uma impressora Epson Dot Matrix de 1985, todos re-programados como geradores de som »»»» “Sleep” %-- “May Banners”.

*** Aplicação para controlar a impressora].

45 Comments:

  • At 11:01 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Novo ano se aproxima, e será mais um ano brilhante para os brilhantes portugueses, terão presidente "novo" e Governo "novo". Foram 900 anos de História, que se apressarão para chegar a 2011: atingiu-se a perfeição.

    A parte da música, desta vez, está na fronteira entre ruído ou música? ou Tony Carreira poderia encher pavilhões Atlânticos com impressores (a cores para os fãs)?

    Desejo a todos um bom ano novo. (Desta vez, não se fez por menos, é mesmo novo, não é aquelas mantas remendadas que vivemos até hoje: logo no dia 1 aumenta tudo, ou seja, é tudo novo).

     
  • At 4:35 da tarde, Blogger António Rosa said…

    Meu caro Taxi Pluvioso

    Que 2011 seja tão bom ou melhor que este que está a acabar. Conhecer a sua arte e o seu talento aqui no blogue, fez de mim melhor pessoa e abriu os meus horizontes.

    Abraço.

    António

     
  • At 8:58 da tarde, Blogger Mariazita said…

    Hoje estou passando apenas para desejar que o teu final de ano decorra com muita saúde e alegria, na companhia de quem amas, e que no novo ano se realizem todos os teus sonhos mais queridos.
    Ao soar das doze badaladas façamos um voto especial pela Paz e Justiça no mundo.

    FELIZ ANO 2011

    Beijinhos

     
  • At 1:08 da manhã, Blogger fj said…

    Obrigado Taxi...
    um bom ano tb para ti...e com tudo "mesmo novo" e actualizado como o povo gosta.
    um abraço

     
  • At 1:11 da manhã, Blogger fj said…

    o comentÁRIO ao post??
    1º tenho q ler, né??
    mas quem chega a casa a esta hora e tem q acordar às 5:30,:( já não o vou ler este ano :^(

     
  • At 4:27 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    António Rosa: eu até meti uma foto muito colorida, para simbolizar este povo em mais um ano que lhe pertence. A foto era gif, com um arco-íris a piscar, como será o nosso paraíso de 2011, e os anos seguintes estarão dentro mesmo arco.

    2011 será um ano que fará História, aliás algo que os portugueses muito fazem. Bom ano

     
  • At 4:30 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Mariazita: as badaladas este ano serão a música do ano realmente novo que os portugueses inventaram para acalmar os mercados. bom ano

     
  • At 4:34 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    fj: será um ano com muito updates. Acho que lá para o Verão haverá um nos impostos. IVA a 25% ainda é comportável, embora o futuro salvador nacional, PP Coelho, esteja feliz com tudo o que o PS está a fazer, pois talvez lhe salve de aumentar os impostos outra vez. bom ano

     
  • At 8:59 da manhã, Blogger Rafeiro Perfumado said…

    Acabares o ano com não sei quantas referências ao Berlusconi não augura nada de bom...

    Um grande abraço e feliz 2011!

     
  • At 9:09 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Era Berlusconi ou o FMI, assim escolhi alguém ausente do país.

    Isto vai ser um ano e pêras, bom... talvez a expressão esteja ultrapassada, não sei qual é o novo preço das pêras.

     
  • At 11:34 da manhã, Blogger Miguel said…

    Taxi,

    ^^^^^^^^^^^^^^l |^^^^^^^^^^|
    [ HAVE A SAFE *AND* HAPPY NEW YEAR |”"”;..,___.
    |……_______=====_| l______________l _|__|…, ] |
    “(@)’(@)”""""""*l'(@)l'(@)l """"""""""""""(@)'(@)""""'(@)
    ...2011 is coming... put this as your status and keep the truck rolling

    Votos de um Excelente Ano Novo ...
    Um Abraço da M&M & Cª!

     
  • At 12:30 da tarde, Blogger Max Psycho said…

    Um feliz ano novo pra ti e para todos os seus familiares e amigos, muita saude e paz e grato por fazer parte dos meus amigos blogueiros

     
  • At 12:57 da tarde, Blogger São said…

    Meu caro, desejo-te e aos teus uma 2011 com saúde e paz e com o menor número de aborrecimentos possível.

    Espero por ti, lá no "são" em 3/1/2011, rrss pois vou tentar que comeces o ano agradavelmente rrs

    Um a braço afectuoso te deixo.

     
  • At 12:59 da tarde, Blogger José said…

    Um bom para ti também, cheio de inspiração, e com essa boa disposição.

    abraço.
    José.

     
  • At 1:15 da tarde, Blogger RENATA MARIA PARREIRA CORDEIRO said…

    Meu querido amigo, desejo-lhe Boa Entrada em 2011 e um Ano Novo realmente Novo.
    Tudo de Bom.
    Beijos,
    Renata

     
  • At 2:32 da tarde, Blogger atascadotijoao said…

    Esperamos todos que 2011 passe rapidamente e que venha 2012. Vamos lembrar para não esquecer este 2010, que mais pareceu um pesadelo.
    Um feliz ano novo .

     
  • At 6:42 da tarde, Blogger Matilde Quintela said…

    hehehe obrigada, igualmente!

     
  • At 7:05 da tarde, Blogger Carol Garcia said…

    ah e obrigada mesmo pelo comentário,
    e um feliz ano novo pra você :D

     
  • At 8:26 da tarde, Blogger xistosa - (josé torres) said…

    Para desenjoar de peixe (já nem sei se o bacalhau é peixe ou carne, ou até bissexuado) esvoacei por essas febras ou fêveras, vá-se lá saber.... Bem, desenjoei.
    Estou sem a maquineta que o pai natal trouxe e o velho está velho.
    Encomendei um "magalhães" mas ainda não chegou.
    Vopu desejar os maiores votos de boas entradas, sempre com a coisa prá frente, que o governo tem-nos tirado o prazer de viver, mas há algo que não morre.
    BOAS ENTRADAS e até dia 2 se não me afogar.

     
  • At 8:34 da tarde, Blogger Folhetim Cultural said…

    Olá feliz 2011! Parabéns pelo vosso blog!
    Quero hoje que você possa conhecer o trabalho feito no Folhetim Cultural que é o blog pelo qual sou responsável este abaixo é o endereço:
    informativofolhetimcultural.blogspot.com
    amanhã sábado 1º dia do ano, iremos voltar com publicações.
    Ás 9 horas da manhã minha coluna poética
    Às 13 horas O Poeta entrevista quadro de entrevista
    e ás 17 horas Chá das 5 onde um poeta colaborador escreve uma coluna poética. Ao longo da semana atualizações são feitas com noticiário cultural, espero que possa contar com seu apoio nessa empreitada e que possa opinar sobre o nosso trabalho agradeço a atenção lhe desejo um ano super!

    Magno Oliveira
    Folhetim Cultural

     
  • At 4:02 da tarde, Blogger D. said…

    ;)
    tanta imaginação. Um ano muito feliz. Bj

     
  • At 4:39 da tarde, Blogger Serginho Tavares said…

    Feliz ano novo! Com muito amor, paz, saúde, sucesso e fortuna!
    Abração

     
  • At 10:37 da tarde, Blogger Je Vois la Vie en Vert said…

    He, consegui ler a primeira parte sobre o Berlusconi, espero conseguir ler o resto até ao fim do Ano....
    Obrigada, Taxi Pluvioso, para os votos que deixaste gentilmente no meu cantinho verde. É com amizade que os retribuo !
    Novo presidente e novo governo ? são todos cotas...como eu...
    Beijinhos
    Verdinha

     
  • At 11:51 da tarde, Blogger Pagan Sphinx said…

    That is quite a party Berlusconi hosts! :-D

    Thank you for the occasional visit to The Pagan Sphinx blog and for leaving new year's wishes. The same to you and yours. May 2011 usher in a new and better decade.

    Feliz Ano e tudo de bom!

     
  • At 1:42 da manhã, Blogger São said…

    Tens desde já a tua prenda lá no "são": espero que a aceites, rrs

    Feliz semana.

     
  • At 9:46 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Miguel: fiquei sem decifrar a construção de linguagem teclada: parece meter seios com @ na ponta, o que está ok, lá mais para o Verão, queiram os novos aumentos estivais o permitam...

     
  • At 9:48 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Max Psycho: aquele vídeo estava muito bom e deve ter dado muito trabalho.

     
  • At 9:51 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    José: a inspiração deve piorar, mas no meio da humilhação de ser mais pobre, não há dúvida que a boa disposição vai aumentar: então, quando os portugueses estiverem, cheios de esperança, escolhendo novo líder, não rir será impossível.

     
  • At 9:54 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Renata Maria Parreira Cordeiro: em Portugal todos os anos são mesmo novos, mas este será novíssimo... o país até é capaz de mudar de nome por causa dessa novidade.

     
  • At 9:57 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    atascadotijoao: não tenho grande esperança que haja alguma melhoria em 2012... talvez no calendário Maia.

     
  • At 9:59 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Matilde Quintela: em matéria de repetição não se pode dizer que Portugal seja monótono, os nossos dirigentes estão sempre a inventar.

     
  • At 10:03 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Carol Garcia: um bom ano e escrita inspirada.

     
  • At 10:10 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    José Torres: o Governo promete alegrar este ano, e se os portugueses escolherem um novo, ainda melhor: as piadas sobre o Sócrates já chateiam. "Sócrates" deve ter sido a palavra mais usada este ano passado: é hora que ela mude para PP Coelho, que até tem estado muito calado nestes últimos tempos. Tem que fazer como Cavaco, dizer pouco, para as pessoas pensarem que é muito inteligente.

     
  • At 10:12 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Folhetim Cultural: vou com certeza dar uma espreitadela, quando tiver mais vagar, a poesia fica sempre bem a qualquer hora.

     
  • At 10:16 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    D.: aquela apresentação do blogue confundiu-me, pensei que fosse só uma página inicial, mas afinal há mensagens antigas. Tenho que adiciona-lo nos links quando ligar o IE.

     
  • At 10:17 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Serginho Tavares: que essa informação continue a fluir.

     
  • At 10:22 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Je Vois la Vie en Vert: ainda devo demorar mais umas duas semanas para o próximo post, dará tempo para ler até a hora :-))

    De facto, quando se olha para os candidatos percebe-se porque aumentam a idade da reforma, aquela malta, dentro de 5 anos, ainda está para as curvas... políticas.

     
  • At 10:25 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Pagan Sphinx: Berlusconi is a hero for italian women, some, well, a lot. And with those gifts who can blame them.

     
  • At 10:29 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    São: este ano começa bem, o Correio da Manhã trocou CRonaldo pela Casa dos Segredos, parece que temos novos heróis no país e eu me dei por nada. Este é um povo hospitaleiro.

    Lá irei ao blog, estes dias foram de pouco tempo livre.

     
  • At 10:34 da manhã, Blogger Sarcodina von Mastigophora said…

    ao menos a foto do outro mês estava mais ao espírito da época

    Táxi Pluvioso είπε...
    Presidente e Governos novos em 2011, os portugueses já são o povo mais invejado do mundo, nenhum outro terá uma renovação política de tão elevada qualidade.

    novos mas mais ou menos iguais


    e novos a entrar na 3ªidade

    sei não sei não

     
  • At 1:35 da manhã, Blogger xistosa - (josé torres) said…

    Houve um heróico português que limpou os 15 milhões. Há gente capaz de tudo!
    O pai natal lá me descobriu mas deixou-me o Mac em cima duma mesa à mão de semear de um sobrinho-neto. Nem tempo tive de o desflorar. Era de alumínio resistente ao não sei quê, (não sei se o meu chão é mais rijo), mas nem chegou a piar.
    Estou para ver qual o mal e a cura e se chego a um acordo, porque até 70 centímetros de altura, o "pára-quedas" que está, preto no branco, na garantia deveria ter funcionado.
    Como uma desgraça nunca vem só, fui tentar saber, ao fisco, onde parava o meu dinheirito do confisco que o fisco me fez.
    Ninguém sabe e até o advogado (que já recebeu o dele) tem dificuldade em localizar os documentos que devem ainda andar por qualquer armário do Tribunal Fiscal Administrativo (será este o nome?).
    Para animar o inicio de ano, ontem, sexta, recebi uma boa notícia. Uma Liq. Autónoma de Juros Moratórios de JAN2006 a DEZ do mesmo ano, no valor de 260,48.
    Não sei onde foram parar as armas que desapareceram, mas comprava uma que fizesse justiça. Sempre fica mais barato que sustentar certos vermes.
    Mas bem vistas as coisa, eu que não escrevo para ninguém há uma data de anos e todos os dias vou ver a caixa do correio, arranjei uma maneira de ser contactado. Há falta de melhor, saiu-me um 'inescrupuloso' amigo do alheio.
    Ao soarem as doze badaladas e com doze passas (DE UVA!!!) nas bochechas, tive um ataque de tosse.
    Como sou um bom português, logo a seguir ao 25 de Abril corri a retirar o quadro com o Salazar. Tenho-o substituído pelos nossos diversos deuses desde então.
    Não é que as passas e grainhas saíram disparadas ao encontro da fúcia do nosso imprescindível 1º ministro.
    Foi um mau começo de ano.
    Talvez me recomponha...
    Cumprimentos e INTÉ!!!

     
  • At 4:45 da tarde, Blogger José said…

    Temos que gramar com o homem das acções,que nunca fez uma acção de jeito. E a minha vida estava marcada,
    viver metade com um ditador, e a segunda metade com um descente, é, a vida.

     
  • At 9:19 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    Sarcodina von Mastigophora: a foto era para significar o paraíso que Portugal será este ano, tem muita cor, cascatas, arco-íris, aquilo era gif mas eu não sei postar com movimento.

    Os nossos políticos são velhos mas muito desempeirados nas ideias, são tipos para se porem em cima de um skate e fazerem como a malta nova. Só não o fazem, suponho, por medo de irem bater a Espanha.

     
  • At 9:30 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    José Torres: de facto provar a altura da queda do Mac deve ser difícil, depende da boa vontade da empresa, como em tudo na vida, até do Governo temos de esperar boa vontade.

    Os papéis estão no armário dos pagamentos, claro, por que as dívidas estão todas informatizadas, basta clicar.

    Lá teremos que substituir a cara do primeiro-ministro, mas só mais para o fim do ano, depois de Setembro, para haver uma ideia do défice desde ano.

     
  • At 9:33 da manhã, Blogger Táxi Pluvioso said…

    José: Cavaco seria um bom governante se o Marcello e o Thomaz não tivessem ido a banhos para o Brasil, mesmo assim ele fez o que pôde, as suas cargas do Corpo de Intervenção foram das melhores que já se viu em Portugal.

     

Enviar um comentário

<< Home